Juristas fazem ato para denunciar conduta de Sergio Moro na Lava Jato

A ABJD realiza na próxima segunda-feira, 19/8, um ato público para denunciar a conduta criminosa do atual ministro da Justiça, Sergio Moro, que segue extrapolando limites éticos e do cargo que ocupa, sem sofrer uma investigação séria e rigorosa. O ato tem o apoio do Transforma MP, que será representado pelo promotor de Justiça Gustavo Roberto Costa, do MPSP.

📍 O evento será às 18h30, no Salão Nobre da Faculdade de Direito da USP, e reunirá juristas como a desembargadora aposentada Kenarik Boujikian, e os ex-presidenciáveis Fernando Haddad e Guilherme Boulos.

Vaza Jato
Desde junho, o site The Intercept Brasil vem divulgando trocas de diálogos entre membros da Lava Jato. O vazamento demonstrou que Sergio Moro, na condição de juiz da operação, interferiu no trabalho de procuradores. O então magistrado negociou acordos de delação premiada, recomendou acréscimo de informação na denúncia contra um investigado, questionou a capacidade de uma procuradora de interrogar o ex-presidente Lula e sugeriu inversão da ordem das fases da operação, além de outras irregularidades.

Além do Transforma MP, entidades como a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Frente Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e Centro Acadêmico XI de Agosto estarão representados.

 

Deixe uma resposta