Live: Cadê o Mato que tava aqui?

 

Coletivo Transforma MP convida Wanderlei Pignati para debater sobre as queimadas no Pantanal

A floresta ardendo, a fuligem tomando conta, o Cerrado minguando, os animais agonizando, o ser humano apavorado e o mundo estarrecido. E agora?
O sistema de cultivo denominado “agronegócio” cresceu amparado na política mundial de globalização de mercados e é representado pelos interesses de conglomerados empresariais multinacionais.
No Centro-Oeste, a agropecuária é a atividade econômica mais festejada, mas a que custo social, ambiental e humano isso se dá?
A aparente prosperidade da região, marcada por imensos latifúndios em que monoculturas extensivas crescem em áreas desmatadas, amparadas na forte mecanização e no intenso uso de veneno, não pode ser dissociada da influência política do setor, dos gritantes danos ambientais e do custo humano do modelo.
Para responder à pergunta – para onde vamos? – precisamos compreender como chegamos até aqui.
Cadê a o Mato e a Vida que estavam aqui?

Para debater o tema o Coletivo Transforma MP convida o Professor Wanderlei Pignati para bater um papo com o Procurador do MPT e membro do Coletivo, Leomar Daroncho.

A live acontecerá no dia 23/09 às 18h no perfil @transforma_mp no Instagram.

Professor Wanderlei Pignati é Médico, Mestre em Saúde e Ambiente, Doutor em Saúde Pública pela FIOCRUZ, Professor e Pesquisador associado do Núcleo de Estudos Ambientais e Saúde do Trabalhador do Instituto de Saúde Coletiva da UFMT, membro da ABRASCO e pesquisador nos temas de Avaliação de Riscos ambientais, da saúde, dos agrotóxicos e do agronegócio.

Deixe uma resposta