IV Encontro Nacional do Transforma MP terá como tema central a defesa dos movimentos populares

No dia 22 de novembro será realizado, em São Paulo, o IV Encontro Nacional do Coletivo Transforma MP. E este ano convidamos representantes da luta pela visibilidade e resistência dos movimentos sociais.

Nascida em Ipiaú, interior da Bahia, e radicada em São Paulo, Dina Alves é hoje um dos principais nomes nos estudos sobre as condições degradantes nas quais vivem mulheres criminalizadas. Como define o site da Pastoral Carcerária, a análise feita por Alves é pautada por um olhar que leva em consideração a intersecção de gênero, raça e classe, de pessoas que nasceram sentenciadas por um estado excludente e opressor.

Outro convidado, Iago Montalvão, foi eleito presidente da UNE, União Nacional dos Estudantes, no último mês de julho. Cotista da graduação de Economia na Universidade de São Paulo, Iago tem 26 anos, mas já havia estudado História por três anos entre a Universidade Federal de Goiás (UFG) e a Universidade de Brasília (UnB).

Iago, que já participava do movimento estudantil secundarista, atuou como pesquisador-bolsista do CNPq, durante a graduação, e foi monitor da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. Também foi dirigente do Diretório Central dos Estudantes da UFG, vice da UNE em Goiás, dirigente do Centro Acadêmico Visconde de Cairu na FEA-USP e entre 2017 a 2019, compôs a Diretoria de Memória Estudantil da UNE.

 

Panorama

Se há cerca de um ano, na 3ª edição do Encontro, estávamos todos tensos, apreensivos e inseguros em razão do futuro que nos esperava, agora é hora de reunir forças para dialogar, articular e agir na defesa do nosso Estado Democrático de Direito.

Sabemos que as instituições do sistema de justiça estão sendo postas à prova. Assim como sabemos que nossa missão é defender a ordem jurídica e o regime democrático em sua pior crise pós-1988.

Porque, embora não haja apoio popular significativo às pautas reacionárias dos governos federal e de muitos estados, a política destruidora avança de forma incontrolável. Privatizações, retrocessos nas leis trabalhistas, ataque à previdenciária, esvaziamento da participação popular, endurecimento penal, aumento das mortes de negros, índios e até de crianças e tantos outros ataques aos direitos e garantias fundamentais.

Mostra-se mais que necessária a articulação, interna e externa, para fazer frente a tanto retrocesso. Necessário que o Ministério Público esteja engajado na defesa dos direitos das minorias, da emancipação popular e no enfrentamento do regime neoliberal, opressor, acumulador, matador e insensível.

Assim, dirigimo-nos a todxs xs simpatizantes do Coletivo Transforma MP para, efusivamente, convidá-los a participar de nosso IV Encontro Nacional, no dia 22 de novembro, em São Paulo-SP, na Pontifícia Universidade de São Paulo – PUC-SP, oportunidade em que abriremos espaço para a manifestação de variados movimentos sociais e estudantis, para debates e discussões acerca da atual conjuntura política e para traçar planos e estratégias para a atuação conjunta na defesa da ordem jurídica e do regime democrático.

A presença daqueles que lutam por uma sociedade mais livre, mais justa e mais solidária é essencial para o sucesso do evento. Esperamos todxs lá. Confira a nossa programação:

Deixe uma resposta